Arquivo | junho, 2012

Gerenciamento de pacotes RMP-2

9 jun
No artigo anterior foi abordado algumas funcionalidades do 
utilitário rpm,apesar de ser poderoso ele deixa a desejar em
alguns aspectos,por exemplo,quando um determinado pacote
tem dependência com outros, ele não consegue resolver essas
dependência de forma automática obrigando o usuário resolve-
las por si só,isso muitas das vezes requer muito tempo e 
trabalho.Pensando nesse tipo de limitação foi desenvolvido
outro utilitário para gerenciamento de pacotes rpm chamado 
Yum - Yellowdog Updater Modifield.
O Yum trabalha baixando pacotes dos repositórios especificados
nos seus arquivos de configuração e as dependências necessári-
as para a instalação de um pacote pela internet ou localmente,
além disso é capaz de instalar,remover,atualizar,buscar os 
pacotes de uma distribuição. A lista de repositório usado 
pelo Yum é dividida em diversos arquivos dentro do diretório 
/etc/yum.repos.d,o Yum verifica esses arquivos todas as vezes 
que é executado.
O arquivo de configuração do Yum é o /etc/yum.conf, nele pode
ser configurado o arquivo de log do Yum /var/log/yum.log, 
arquivo de cache /var/cache/yum, usado pelo Yum para armazenar
os downloads dos pacotes.A opção de apagar os pacotes baixados
após a instalação ou deixa-los armazenados é configurado pelo 
arquivo yum.conf,por padrão os pacotes são apagados após a ins-
talação para mudar isso basta modificar a linha keeepcache=0 
para 1.
Ao fazer uma nova instalação de um sistema GNU/Linux em um 
computador é recomendado fazer a sua atualização. Para 
verificar se existe atualização para o sistema use o comando:

#yum check-update

Para realizar a atualização de todo o sistema:

#yum update

Para atualizar um pacote instalado no sistema para uma
versão mais atual:

#yum upgrade rp-pppoe

Package rp-pppoe.i386 0:3.5-32.1 will be updated
Package rp-pppoe.i686 0:3.10-8.el6 will be an update

O pacote o pacote rp-pppoe.i386 0:3.5-32.1 será atualizado
para o rp-pppoe.i686 0:3.10-8.el6,mantendo as configurações
do pacote antigo.
O Yum  possui a desvantagem de ser lento em relação ao geren-
ciador de pacote usado nas distribuições derivada do 
Debian - apt-get.Para amenizar essa diferença são instalados
os seguinte plugins: yum-utils, yum-presto, yum-fastestmirror 
para melhora o desempenho do Yum.
Para instalar um pacote:

#yum -y install rp-pppoe

y>>(opcional)assume como sim para todos os pacotes a serem instalados,

incluindo os de dependência que são resolvidas pelo Yum.

Para remover um pacote:

#yum remove rp-pppoe

Para atualizar um pacote:

#yum update rp-pppoe

Outra opção interessante e a search, muito util quando queremos instalar um

pacote mas não sabemos o seu nome por completo, o comando irá fazer uma

busca nos repositórios e retorna um resultado de acordo com a string passada.

#yum search pppoe

Retorna as opções:

rp-pppoe.i386 : A PPP over Ethernet client (for xDSL support).
rp-pppoe.i686 : A PPP over Ethernet client (for xDSL support)

Para verificar se um pacote está instalado no sistema:

#yum list rp-pppoe

Esse comando retorna o pacote instalado no sistema e também o pacote  que

está presente no repositório.

Installed Packages
rp-pppoe.i386 3.5-32.1 installed
Available Packages
rp-pppoe.i686 3.10-8.el6 base

O comando a seguir é semelhante ao list , traz um relação dos pacotes

instalados ,além disso ele traz também uma breve descrição da função

que o programa executa.

#yum provides rp-pppoe

rp-pppoe-3.10-8.el6.i686 : A PPP over Ethernet client (for xDSL support)
Repo : base
Matched from: 

rp-pppoe-3.5-32.1.i386 : A PPP over Ethernet client (for xDSL support).
Repo : installed
Matched from:
Other : Provides-match: rp-pppoe

Para obter informações mais detalhadas dos pacote:

#yum info rp-pppoe

Name : rp-pppoe
Arch : i386
Version : 3.5
Release : 32.1
Size : 224 k
Repo : installed
Summary : A PPP over Ethernet client (for xDSL support).
URL : http://www.roaringpenguin.com/pppoe/
License : GPL
Description : PPPoE (Point-to-Point Protocol over Ethernet) is a protocol used
: by many ADSL Internet Service Providers …

Nos últimos dois artigos vimos como obter diversas informações sobre pacotes rpm,

como instalar, remover, atualizar, e buscar informações, e sobre as principais funciona-

lidades dos utilitários rpm  yum.

:wq


							

Gerenciamento de pacotes RPM-1

9 jun

O formato RPM – Red Hat Package Mananger foi criado pela empresa americana Red Hat, também é usado em  outras distribuições que usam  o mesmo padrão como: Fedora e CentOs. Ele e capaz de instalar, remover,consultar e atualizar os pacotes de software de uma distribuição. Os pacotes do padrão Red Hat tem o seguinte formato: pacote-1.0-2.i386.rpm, onde pacote é o nome do pacote, 1.0 é a versão, 2 release, i386 é a plataforma do computador e o rpm e o sufixo que identifica o tipo do pacote.

O utilitário rpm é poderoso e possui diversas opções de gerenciamento, como são muitas as opções, veremos as principais.

Para saber a versão do utilitário rpm da sua distribuição.

#rpm –version 

Retorna como resultado:

RPM versão 4.8.0

Instalando  um pacote.

Antes de instalar os pacotes e necessário primeiro realizar  o download do mesmo. Um dos site onde podemos encontrar pacotes.rpm para download:  http://rpm.pbone.net.

Como exemplo foi feito  o download do pacote rp-pppoe, agora vamos instalar e usa-lo nos demais exemplos..

Entre no diretório onde está o pacote e execute o seguinte comando para instala-lo:

# rpm -ivh rp-pppoe-3.10-8.el6.i686.rpm

reparando… ########################################### [100%]
1:rp-pppoe ########################################### [100%]

Os parâmetros -vh são opcionais,  usados para acompanhar  o progresso da instalação.

Descrição dos parâmetros:

-i >> Instala o pacote

-v >> Modo verbose, mostra mensagens na tela a medida que a instalação progride

-h >> Mostra 50 caracteres ( # ) na tela , a medida que o pacote e desempacotado

Para atualizar um pacote.

# rpm -Uvh rp-pppoe-3.5-1.i386.rpm

-U >> Atualiza um determinado pacote.

-v >> Modo verbose, mostra mensagens na tela a medida que a atualização progride

-h >> Mostra 50 caracteres ( # ) na tela , a medida que o pacote e desempacotado

Se o pacote já estiver instalado, ele será atualizado para a versão mais recente. Caso contrário será feito a sua instalação, semelhante ao rpm -i.

Consultar se um pacote está instalado no sistema.

# rpm -q rp-pppoe

Retorna:

rp-pppoe-3.10-8.el6.i686

Exibe uma lista com todos os pacotes instalados.

#rpm -qa

Retorna a lista de todos os pacotes no seguinte formato:

xorg-x11-xkb-utils-7.4-6.el6.i686
abrt-cli-2.0.4-14.el6.centos.i686
orc-0.4.11-1.el6.rf.i686
libaio-0.3.107-10.el6.i686
python-beaker-1.3.1-6.el6.noarch …

Exibe  informações sobre um determinado pacote:

#rpm -qi rp-pppoe

Retorna várias informações como: nome, versão, tamanho, data de instalação, descrição…etc.

Name : rp-pppoe Relocations: (not relocatable)
Version : 3.10 Vendor: CentOS
Release : 8.el6 Build Date: Qui 11 Nov 2010 20:17:37 BRST
Install Date: Sáb 09 Jun 2012 15:52:56 BRT Build Host: c6b5.bsys.dev.centos.org
Group : System Environment/Daemons Source RPM: rp-pppoe-3.10-8.el6.src.rpm
Size : 235553 License: GPLv2+
Signature : RSA/8, Dom 03 Jul 2011 01:45:36 BRT, Key ID 0946fca2c105b9de

Para conhecer os arquivos de configuração de um determinado pacote.

#rpm -qc rp-pppoe

Retorna:

/etc/ppp/pppoe-server-options

Para desinstalar um pacote.

#rpm -e rp-pppoe

Para garantir a integridade dos pacotes e  suas origem, cada pacote possui chaves criptográficas SHA e MD5. Quando baixamos algum pacote da internet ele traz junto em arquivos de texto com as chaves criptografadas.Para fazer a validação da assinatura de um pacote  utilizamos o comando:

#rpm – – checksig rp-pppoe-3.10-8.el6.i686.rpm 

ou

#rpm -K rp-pppoe-3.10-8.el6.i686.rpm 

Se a chave for valida irá retornar as seguinte mensagem:

rp-pppoe-3.10-8.el6.i686.rpm: rsa sha1 (md5) pgp md5 OK

Para importar a chave de um determinado repositório:

#rpm –import http://apt.sw.be/RPM-GPG-KEY.dag.txt

Normalmente o próprio repositório fornece essa chave, no exemplo acima foi importada a chave do repositório RPMforge for CentOs 6.

Para reconstruir o banco de dados do rpm:

#rpm –rebuilddb

Essa opção é usada quando a base de dados for corrompida, quando isso acontece a instalação de qualquer pacote falha. Se for executado o comando rpm –rebuilddb e mesmo assim não for restaurada a base de dados, é aconselhável copiar a base de outro computador e substituir a que está apresentando problemas. A base de dados para pacotes binário ficam localizados em /var/lib/rpm/* e o diretório dos comandos rpm  usado pelos gerenciador RPM fica em /usr/lib/rpm/*.

Continua…

:wq